transformacaocadeiavalor
A+ A-

Transformação da cadeia de valor

teste

O GPA busca monitorar o ciclo de vida dos produtos e estabelecer critérios socioambientais na contratação de fornecedores. A gestão destes temas considera quatro aspectos: respeito aos direitos humanos, redução do impacto ambiental, desenvolvimento de fornecedores e qualidade assegurada.

Gestão dos riscos socioambientais e promoção do bem-estar animal nas cadeias de produção

Gestão dos riscos socioambientais e promoção do bem-estar animal nas cadeias de produção

O GPA implementa ações para mitigar eventuais riscos sociais, ambientais ou de bem-estar animal em suas cadeias de produção. Assim, o GPA mantém, em todos os contratos com seus fornecedores, cláusulas de compromissos com disposições legais, normativas e administrativas municipais, estaduais e federais. Outra iniciativa é a Carta Ética de Fornecedores, reafirmando o padrão de relacionamento comercial da companhia – baseado no respeito, na transparência e na ética, inclusive no que diz respeito ao meio ambiente e ao bem-estar animal. O GPA sempre busca desenvolver e engajar os seus fornecedores para que juntos possamos gerar transformações efetivas nas práticas de produção.

Clique aqui para acessar a Carta de Ética de Fornecedores
Clique aqui para acessar o Posicionamento do GPA sobre a oferta de ovos – Março de 2017

Política Socioambiental de Compra de Carne Bovina

Política Socioambiental de Compra de Carne Bovina

Em linha com este compromisso, o GPA foi pioneiro na publicação de uma política pública para controlar toda a cadeia produtiva da carne bovina que abastece as lojas Extra e Pão de Açúcar em todo o país. Por meio do documento, construído em parceria com a organização não governamental The Forest Trust (TFT) e o Greenpeace, os fornecedores se comprometem a abastecer um sistema eletrônico com detalhes sobre o percurso e a origem da carne. A ideia é lutar contra os impactos da produção pecuária sobre o bioma Amazônia, a fim de evitar o desmatamento e outros possíveis impactos sociais, engajar fornecedores e oferecer um produto de qualidade ao consumidor.

Clique aqui para acessar a política.

Clique aqui para acessar os resultados preliminares – Julho de 2016

Clique aqui para acessar os resultados preliminares – Janeiro de 2017

Clique aqui para acessar os resultados preliminares – Julho de 2017

Qualidade desde a Origem (QDO)

Qualidade desde a Origem (QDO)

O GPA desenvolveu o QDO (Programa Qualidade desde a Origem) para assegurar e incentivar as boas práticas entre seus fornecedores nacionais de produtos perecíveis visando atender ao cenário regulatório atual, às exigências da Companhia, aspectos de qualidade e segurança alimentar, além de possibilitar a interação externa com Órgãos Públicos e consumidores. Os fornecedores que participam do programa são informados por meio de uma plataforma online, com dados referentes a performance em auditorias, índices de conformidade de inspeção de recebimento e resultados de análises do plano de monitoramento, viabilizando comunicação e estabelecimento de planos de ação.
Outro passo importante para o monitoramento da qualidade envolve um time de técnicos especializados em Controle de Qualidade, que inspeciona os produtos que chegam às Centrais de Distribuição, para determinar a aderência aos padrões do GPA. A adesão ao QDO é voluntária e, atualmente, a iniciativa foca no desenvolvimento das cadeias relacionadas à carne bovina, frutas, legumes e verduras.

Programa Evolutivo de Qualidade (PEQ)

Programa Evolutivo de Qualidade (PEQ)

Com foco na qualificação de seus fornecedores de Marcas Exclusivas, o GPA desenvolveu em 2013, o Programa Evolutivo de Qualidade (PEQ), que tem como objetivo a evolução da cadeia de fornecimento por meio da melhoria contínua de seus fornecedores. Cada fornecedor é acompanhado quanto aos controles, monitoramentos, gestão da qualidade e segurança do produto, e incentivados a atingir níveis de certificação internacional. Desde o seu lançamento, o programa já cobriu todos os fornecedores de Alimentos Industrializados, e tem avançado substancialmente nas categorias de FLV (Frutas, Legumes e Verduras), Produtos de Origem Animal (Bovinos, Aves, Suínos e Pescados) e Produtos para o Lar e Higiene Pessoal.

Caras do Brasil

Caras do Brasil

Com o objetivo de desenvolver pequenos produtores de manejo sustentável e incentivar o comércio ético e solidário, a geração de renda, o respeito ao meio ambiente e a inclusão social, o GPA mantém, desde 2002, o programa Caras do Brasil. A comercialização de produtos desenvolvidos por comunidades e organizações de todo o Brasil (artesãos, cooperativas ou associações) é feita nas lojas do Pão de Açúcar.