‹ Últimas Notícias - Releases

GPA lança plano de desenvolvimento de suínos com o objetivo de dobrar a venda da proteína até 2021

GPA lança plano de desenvolvimento de suínos com o objetivo de dobrar a venda da proteína até 2021

A+ A-

Comercial e Ofertas

11/06/2019

0

GPA_AZUL_COR_POS_CMYK

O Brasil é o quarto maior produtor e o quarto maior exportador de carne suína, mas essa relevância de mercado não é refletida nos hábitos de consumo dos brasileiros. Embora a carne seja a mais consumida no mundo, o País ocupa apenas a 23ª posição, o que evidencia o grande potencial de crescimento que os suínos possuem para que passe a fazer parte da rotina dos brasileiros. Diante desse cenário, o GPA lança um plano de desenvolvimento que tem como principal objetivo dobrar as vendas de carne suína até 2021, além de aumentar o share e gerar melhor rentabilidade e diferenciação para o açougue. O projeto conta com o apoio da Associação Brasileira dos Criadores de Suínos (ABCS) e foi pensado para ser 360º, garantindo a qualidade desde a produção até a divulgação e chegada do produto nas gôndolas das lojas das bandeiras Extra e Pão de Açúcar e seus formatos (Mini Extra e Minuto Pão de Açúcar, além do e-commerce alimentar das duas marcas).

 

A ABCS é responsável pelo Serviço de Registro Genealógico de Suínos (SRGS) de todo o país e por meio dele faz o controle genético do rebanho, garantindo que a carne suína que chega à mesa do consumidor atenda aos padrões de qualidade determinados pela indústria brasileira. Esse controle é complementado pelos cuidados das granjas e frigoríficos com a biosseguridade das instalações e dos processos adotados por colaboradores. Por isso, o GPA buscou com ineditismo uma parceria com a associação.

 

Uma das frentes de atuação do plano de desenvolvimento de suínos é na produção e envolve treinamentos e capacitação nas granjas fornecedoras e consiste no alinhamento de temas como o bem-estar animal. Além disso, esse pilar também prevê a produção de conteúdos técnicos e científicos relacionados a temas de segurança alimentar e normativas para as fábricas de ração, por exemplo. Por fim, contempla, também, visitas técnicas da equipe do GPA em granjas para alinhar o conhecimento sobre a produção, bem como a origem da matéria-prima e adequação de processos. “Do outro lado, o projeto também vai atuar no frigorífico, com a capacitação dos fornecedores para aprimoramento dos conhecimentos sobre a suinocultura brasileira. Essa iniciativa envolve visitas técnicas aos frigoríficos para alinhamento de processos em relação à normativa do bem-estar animal e às ações dos produtores nas buscas pela redução do uso de antibióticos nas granjas”, explica Rafael Monezi, Gerente Comercial do GPA.

 

Efetivamente nas gôndolas e açougues das lojas, o plano tem o objetivo de aumentar a exposição de carne suína nos balcões expositores e disponibilizar uma maior variedade de cortes para que os consumidores possam comparar as formas de preparo e perceber as vantagens de se consumir a proteína, seja para a saúde, seja pela economia, já que os suínos têm preços mais competitivos na comparação com a carne bovina, por exemplo. Na última frente de trabalho está a atuação na formação dos colaboradores, o que prevê desenvolvimento de treinamentos e metodologias sobre cortes suínos, saudabilidade, segurança alimentar, treinamentos de vendas e atualizações para aprimorar o atendimento ao cliente. “A ideia é preparar o time de loja para oferecer uma diferenciação no ponto de venda e no atendimento aos clientes e esclarecimentos sobre os processos produtivos e benefícios da carne suína para a saúde. Esse plano de desenvolvimento contempla, também, a criação do cargo de especialista em suínos em loja que tem como objetivo principal oferecer um atendimento totalmente exclusivo e especializado para os clientes, disponibilizando informações sobre a saudabilidade e benefícios nutricionais da proteína, dicas de preparo e tudo o que o cliente precisa saber para inserir a carne suína no seu cardápio do dia a dia”, comenta Monezi.

 

Para o presidente da ABCS, Marcelo Lopes, a iniciativa significa um novo passo para o varejo e também para a suinocultura brasileira, que precisa a todo momento se atualizar para atender o mercado nacional. “A ABCS foi convidada para fazer parte desta iniciativa inovadora que também tem muito que colaborar com nossa produção e frigoríficos. Temos certeza que as ações e mudanças a serem propostas nos próximos anos pelo GPA serão provocadoras e importantes para a nossa evolução como cadeia”, explica.

 

Comentários

0

Escreva um comentário sobre a notícia.


*