O modelo de gestão do Grupo engloba todas as suas Unidades de Negócios, respeitando as características e o posicionamento de cada bandeira e, ao mesmo tempo, desenvolvendo uma visão corporativa dos processos, com a administração institucional no contexto do Grupo.
A+ A-

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

O Conselho de Administração é responsável pela orientação geral dos negócios.

Suas responsabilidades incluem a condução do processo de governança corporativa, a eleição de diretores(as) e a supervisão da alta administração.

O Conselho de Administração é apoiado atualmente por quatro Comitês de Assessoramento, formados por representantes do próprio Conselho de Administração e por membros externos, especialistas em suas áreas de atuação.

Membros do Conselho de Administração Cargo Data da eleição Término do Mandato
Jean-Charles Henri Naouri Presidente 30.12.2019 Abril/2022
Arnaud Daniel Charles Walter Joachim Strasser Co-Vice-Presidente 30.12.2019 Abril/2022
Ronaldo Iabrudi dos Santos Pereira Co-Vice-Presidente 30.12.2019 Abril/2022
Christophe Jose Hidalgo Membro 28.12.2020 Abril/2022
Eleazar de Carvalho Filho Membro Independente 30.12.2019 Abril/2022
Hervé Daudin Membro 30.12.2019 Abril/2022
Luiz Augusto de Castro Neves Membro Independente 30.12.2019 Abril/2022
Renan Bergmann Membro Independente 28.12.2020 Abril/2022
Rafael Sirotsky Russowsky Membro 28.12.2020 Abril/2022

DIRETORIA EXECUTIVA

A Diretoria Executiva é formada por profissionais com experiência de mercado e tem como principal atribuição seguir as diretrizes relativas à gestão dos negócios estabelecidas pelo Conselho de Administração.

Sobre os membros da Diretoria Executiva:

Jorge Faiçal

jorgefaical

Jorge Faiçal | Diretor Presidente do GPA

Jorge Faiçal é Diretor Presidente do GPA, unidade de negócio que reúne a operação do varejo alimentar do GPA, desde abril de 2020. Possui mais de 25 anos de mercado, 12 deles atuando em diferentes posições no Grupo. É graduado em Comunicação Social e Publicidade, com pós-graduação e especializações em Administração de Empresas, Gerência de Produtos e Negócios pela FAAP e pela Fundação Getúlio Vargas.

Guillaume Gras

GUILLAUME_GPA

Guillaume Gras | Vice-Presidente de Finanças do GPA

Guillaume Gras trabalha há mais de 16 anos no Groupe Casino e nos últimos 7 passou por funções internacionais: foi CFO do BIG-C Vietnan por quase 2 anos e desde 2016 está no GPA, iniciando como Head de controle financeiro do GPA e desde 2019 como CFO, primeiramente da divisão Multivarejo e, desde março de 2021, do GPA. Tem passagem pela Ernest & Young e pelo IECD (Instituto Europeu para Cooperação e Desenvolvimento) no Líbano. Ele é francês e graduado em 2002 pela EDHEC Business School.

PRESIDENTE DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO DO GPA E DIRETOR-PRESIDENTE DO GRUPO CASINO

Jean-Charles Henri Naouri
jeancharlesnaouri_quemsomos

Jean-Charles Henri Naouri

Nascido em 8 de março de 1949 na cidade de Bône (hoje Annaba), na Argélia, é diretor-presidente e acionista majoritário do Grupo Casino, e presidente do Euris.

Titular de um doutorado em Matemática, Jean-Charles Henri Naouri estudou na École Normale Supérieure (Ciências), na Harvard University e na École Nationale d’Administration, turma Guernica (1976). Jean-Charles Naouri iniciou sua carreira na Direção do Tesouro francês, alcançando o título de Inspetor de Finanças, cargo de alto escalão do governo do país. De 1982 a 1984, exerceu como diretor de gabinete do ministro francês de Assuntos Sociais e Solidariedade Nacional. De 1984 a 1987, foi diretor de gabinete do ministro da Economia, das Finanças e do Orçamento, contribuindo para a implementação de reformas que buscavam modernizar o sistema financeiro francês – incluindo a criação do MATIF (mercado a termo internacional da França), do mercado de opções, de certificados de depósito bancário e de commercial papers (notas promissórias).

Em 1987, Jean-Charles Naouri entrou para o banco Rothschild et Cie como sócio-gerente. Paralelamente, fundou a empresa de investimentos Euris, que adquiria participações minoritárias em companhias industriais. Em pouco tempo, a empresa aumentou consideravelmente sua capacidade de investimento. No início dos anos 1990, Jean-Charles Naouri decidiu reorientar sua estratégia e dar um suporte mais ativo ao desenvolvimento das empresas nas quais investia. Foi assim que, em 1991, adquiriu o varejista Rallye, implantado na região oeste da França, que atravessava sérios problemas de caixa. Vislumbrando o potencial do setor e da aliança entre as duas empresas, ele levou a Rallye ao Grupo Casino, do qual se tornou, em 1992, o primeiro acionista. Entre 1992 e 1997, graças a essa operação, o Grupo Casino registrou crescimento espetacular, tanto na França como em outros países. Em cinco anos, o volume de negócios das redes do Grupo Casino foi multiplicado por dois.

Em 1997, o Grupo Casino foi alvo de uma OPA hostil lançada pela Promodès, empresa varejista concorrente. A bem-sucedida contraproposta, conduzida por Jean-Charles Naouri, pela família Guichard (fundadora do Casino) e pelos funcionários da empresa, permitiu preservar a independência do Grupo e garantir o futuro dos colaboradores. Assim, a Rallye tornou-se acionista majoritária do Casino. O Grupo continuou se desenvolvendo na França, onde Jean-Charles Naouri decidiu apostar, a partir do final dos anos 1990, no segmento em que a empresa tinha dado seus primeiros passos: as lojas de bairro. Para implementar essa estratégia, o Grupo adquiriu participações significativas em redes locais e mercados hard discount com alto potencial: Franprix, Leader Price, Monoprix e o site de vendas on-line Cdiscount.

Jean-Charles Naouri, que se tornou diretor-presidente do Casino em março de 2005, adaptou a estratégia do Grupo à evolução do mercado – que mostrava hábitos de consumo mais maduros e complexos – e consolidou a presença em países que apresentavam boas possibilidades de crescimento.

Na França, o Grupo conquistou um sólido posicionamento, graças ao modelo multiformatos de proximidade, e está presente na Internet com a Cdiscount, líder de vendas on-line no país. Fora da França, o Grupo Casino se implantou em países com boa dinâmica demográfica e perspectivas favoráveis de crescimento econômico, conquistando a liderança no setor de varejo alimentar na América do Sul (Brasil e Colômbia), no Oceano Índico, no Vietnã, bem como o segundo lugar do ranking na Tailândia.

Em junho de 2012, o Grupo Casino assumiu o controle do GPA, número 1 do setor de varejo no Brasil, além de ter adquirido a participação restante de 50% do Monoprix (que ainda se encontrava nas mãos da Galeries Lafayette).

Compromisso com a solidariedade e a cidadania

Por iniciativa de Jean-Charles Naouri, o Grupo Casino reforçou seu compromisso com a solidariedade e a cidadania. No âmbito do Grupo, um grande número de projetos são atualmente desenvolvidos em favor da capacitação, do desenvolvimento de competências e da promoção da igualdade de oportunidades.
O Grupo Casino foi um dos primeiros a desenvolver o “método de seleção por simulação”, segundo o qual o candidato é contratado com base em sua capacidade de exercer uma profissão, e não em função de seu currículo. O Grupo implementou também um programa de “testagem solicitada”, que avalia o processo de contratação de funcionários na empresa do ponto de vista da discriminação, resultando na tomada de medidas de conscientização e treinamento.
Da mesma forma, o Grupo adotou a política “Handipacte” em favor da contratação de pessoas com necessidades especiais. Por meio de programas de capacitação e adaptação, essa política estimula a contratação e a permanência no trabalho de funcionários deficientes, cuja proporção no quadro de colaboradores do Casino é de 9,80% (a porcentagem imposta pela legislação é de 6%). O Grupo Casino foi o primeiro varejista a obter, em 2009, o “Selo Diversidade”.
Em 2009, Jean-Charles Naouri criou a Fundação Casino, com o objetivo de agrupar as iniciativas em matéria de assistência social e humanitária do Grupo em torno de um foco de ação: o auxílio a crianças carentes ou vítimas de doenças.
Ainda no campo da filantropia, ele é presidente da associação “Promoção de Talentos”, que reúne várias grandes empresas francesas com o objetivo de ajudar jovens a financiarem seus projetos profissionais.
Jean-Charles Naouri é também presidente de honra e conselheiro do Instituto de Experiência e Prospecção da École Normale Supérieure. A finalidade dessa entidade é criar uma ponte entre a instituição de ensino e o universo das empresas.
Em junho de 2013, Jean-Charles Naouri foi nomeado, pelo Ministério francês das Relações Exteriores, Representante Especial para as relações econômicas com o Brasil. Jean-Charles Naouri é Oficial da Legião de Honra na França.

Cargos e funções exercidos

  • Diretor-presidente da Rallye (companhia aberta)
  • Presidente do Conselho de Administração da Wilkes Participações
  • Presidente do Conselho da Companhia Brasileira de Distribuição (CBD) (companhia aberta)
  • Membro do Conselho Fiscal da Monoprix
  • Vice-presidente da Fundação Empresarial do Grupo Casino
  • Presidente da Fundação Euris


Outros cargos ou funções

  • Conselheiro da Financière Marc de Lacharrière (Fimalac)
  • Membro do Conselho Consultivo do Banque de France
  • Presidente da associação “Promotion des Talents”
  • Presidente de honra e conselheiro do Institut de l’École Normale Supérieure